Brincando de esconde-esconde no meio das ruínas

 

images

O sistema de financiamento dos partidos políticos se desmanchou e ninguém sabe o que virá por aí mas também há boas chances de que nada mude e isso é uma merda. O PT paga um preço alto por participar da disputa pelo poder mesmo sabendo que o jogo era viciado. Agora o capataz da Casa Grande sabe para quem apontar o dedo e faz isso criteriosamente dizendo que quem inventou o vício foi o PT.

Um bom exemplo disso –> Auguso Nardes é ministro do TCU e ex-deputado pelo PP gaúcho de onde saíram boa parte das citações de Youssef na Lava Jato. Também há suspeitas de que seu sobrinho, talvez ele mesmo, estejam envolvidos no esquema de sonegação de impostos da RBS… O jornalista Juremir Machado deu as primeiras pistas e esta semana Carta Capital publicou uma matéria mas essa é uma notícia que dificilmente os delegados vão vazar ou saberemos a verdade pelo noticiário com o devido contexto.

Não é pouca coisa o fato de que o presidente da Câmara esteja citado e denunciado pelos ministérios públicos da Suiça e Brasil pelo depósito de 5 milhões de dólares (ou 2.5), tenha mentido numa CPI, enquanto um Ministro do TCU seja suspeito de receber dinheiro de empresas num caso de corrupção. Foram só eles?

Só há uma saída para Cunha e Augusto Nardes que é tocar fogo no circo e criar um fato maior do que os esquemas em que estão envolvidos. Blefam e receberam apoio de tucanos transformando toda a sociedade em refém. É uma turma só…

Num mar de hipocrisia e cobras, Dilma não tem outra opção que não seja garantir que as instituições funcionem, buscar a redefinição de sua base política(?) com a única moeda que lhe resta que é a mudança nos ministérios, e devolver ao parlamento a tarefa de resolver o embrulho político…

Nesse caminho Dilma cometeu erros mas teve uma sorte e uma sabedoria. A sorte foi nunca ter sido candidata a cargo eletivo antes da presidência e por isso não há sobras de campanha e nem sinais de enriquecimento pessoal. A sabedoria foi criar uma contabilidade exclusiva para sua candidatura independente do partido. É por isso que a ideia do impeachment na verdade é golpe, porque tecnicamente suas contas de campanha são mais limpas que qualquer outra. Por isso o desespero nos olhos do Advogado Geral da União ao perceber que no TCU o julgamento das contas de governo passou a ser político.

É a sociedade que precisa se mexer e decidir logo se o destino do Brasil será se transformar num país moderno que aprende com suas crises ou se vamos ser um imenso Paraguai patrimonialista estimulado pelo consumo. O problema é lidar com a hipocrisia como a do presidente da FIESP reclamando do aumento de impostos na televisão quando todos sabemos o papel das empresas tanto na sonegação fiscal quanto na corrupção de funcionários públicos e políticos no Brasil. Não seria o momento de apresentar uma verdadeira proposta de reforma? Apontar um caminho para um novo pacto? O mau marketing recomenda encher o pato ao invés de aproveitar a oportunidade.

É só porque no Brasil há muito patrimônio e riqueza acumulada que os liberais tupiniquins se dispões a pactos hipócritas e preferem brincar nos escombros junto com golpistas, sonegadores, racistas, antidemocráticos e evangélicos de meia pataca que querem derrubar um governo eleito. Uma vergonha…

Manter os privilégios da Casa Grande tocando fogo no circo vai queimar muita gente no Brasil.